11 de outubro de 2018

Padronização do bioprocesso – qual a importância?

Seguimos com o desenvolvimento do bioprocesso. Após a seleção da linhagem celular e definição das etapas de upstream e downstream, procedemos para a otimização. Entretanto, sem a padronização dos parâmetros que influenciam o bioprocesso, a otimização não pode ser feita. Se você possui uma variação muito grande, com o que você vai comparar o seu processo “otimizado”? Dessa forma, o bioprocesso corre risco de operar com uma produtividade ociosa (poderia estar produzindo mais produto, com mais qualidade, e em menos tempo). Além disso, alguns pontos de melhoria podem não serem identificados em um processo não padronizado. Se fizermos uma analogia do bioprocesso com uma empresa, a padronização dos experimentos seria como a organização de cada departamento. Quanto maior a reprodutibilidade em suas operações, maior a qualidade de gerenciamento e, consequentemente, maior suas chances de sucesso.

Padronização é um tema amplo e pode ser feita, por exemplo, através de protocolos bem definidos. Entretanto, podem existir algumas fontes de variabilidade que são inerentes aos experimentos. Muitas vezes, essas fontes de interferência não são facilmente identificadas. Por isso, é muito importante a revisão de protocolos dos processos de produção/purificação e métodos analíticos utilizados. Entre em contato conosco para saber mais em como podemos te ajudar!

Como o mercado de Bioprocessos tem Evoluído? Inscreva-se e acompanhe!

* campos obrigatórios